Categories
Hospedagem de Podcast

Simplecast: é bom?

conheça este host de podcasts
prós, contras, valores e mais
⭐⭐⭐⭐⭐

Introdução

A recente escalada de facilidades de comunicação e aumento generalizado da velocidade de conexão à internet leva a maior espaço para exposição, mas também a uma maior disputa de milhões de vozes por espaço e atenção. Simplecast opera há cerca de 7 anos desde Nova Iorque, e objetiva atender as demandas modernas de produtores de podcasts. 

É verdade que plataformas para hospedagem de podcast não são, hoje, como costumavam ser há alguns anos. As funcionalidades de colocar o programa no ar, criar um site personalizado dele e gerar feeds RSS para distribuição do programa e atualização de ouvintes já é menos que o básico que empresas do setor oferecem.

Por isso, Simplecast traz ferramentas para medir audiência e distribuir podcasts de maneira automática em diversas plataformas digitais de ouvintes. A empresa oferece seus serviços a grandes marcas como Facebook, Twitter, Showtime, Nike, Politico, McAfee, Harvard, Medium e muitas outras.

Mas também tem boas soluções para produtores de podcasts pequenos e médios, que detalharemos a seguir.

Como criar uma conta

  • Selecione a opção “Get Started”, no topo da página inicial
  • Faça um cadastro de e-mail e senha – você terá acesso a um teste grátis de 14 dias.
  • Você terá três opções de assinatura do serviço depois do prazo do teste gratuito. Se for uma empresa, tem mais duas opções de plano possíveis.

Publicação e funcionalidades do Simplecast

A publicação de um novo episódio de podcast é descomplicada:

  • Escolha um plano e efetue o cadastro
  • Uma vez cadastrado na plataforma, clique no botão “New Episode”
  • Arraste ou selecione um arquivo de áudio para o campo “Audio File & Content”
  • Preencha o formulário “Episode Details” com as informações básicas desse episódio do programa
  • É possível definir se o programa é um episódio completo, um trailer ou um bônus no formulário “Episode Details”
  • É possível acrescentar metadados do programa num formulário em separado
  • Salve o episódio
  • Selecione-o no painel de episódio e clique em “Publish”
  • Está publicado!

Controle sobre anúncios

Há grande competição entre serviços de hospedagem e cada empresa precisa dar um jeito de fechar a conta no verde ao final do mês. Por isso, é uma prática comum “compensar” uma mensalidade mais baixa com a inserção de publicidades em algum ponto do podcast dos assinantes – especialmente os que pagam por um plano mais barato.

No caso de Simplecast, não há inserção de publicidades. As únicas publicidades presentes nos programas são especificadas pelos assinantes do serviço, inclusive escolhendo em que momento elas devem entrar.

Bons limites de download

Muitos serviços de hospedagem oferecem planos diferentes, com preços ascendentes, definidos pela quantidade de downloads mensais de podcasts. Simplecast não escapa à regra.

No entanto, até mesmo os limites de download do plano mais simples são bons. São três planos para produtores independentes, com respectivos limites de download de 20 mil, 50 mil e 120 mil downloads mensais. Para efeitos de comparação, o plano mais caro do host Audioboom permite 25 mil downloads mensais. Ou seja, é um bom diferencial.

Múltiplos programas

Nem todas ferramentas de hospedagem permitem a manutenção de mais de um podcast atrelado à mesma conta. Simplecast, felizmente, traz essa possibilidade. Em conjunto com o espaço ilimitado e os altos limites de downloads mensais – mencionados acima –, esse atributo valoriza o serviço que a empresa oferece.

Teste grátis

Na escolha de qualquer um dos planos do Simplecast, o assinante terá acesso gratuito nos primeiros 14 dias. Esse destaque do teste gratuito não é uma unanimidade entre serviços de hospedagem de podcast, então pode ser considerado um ponto positivo.

Além disso, não é necessário informar número de cartão de crédito para ter acesso à conta-teste. Assim, não se corre o risco de começar a pagar pelo serviço mesmo sem intenção de usá-lo, por ter passado o período de experimentação sem querer.

Métricas

As métricas do Simplecast são vendidas como o grande diferencial do serviço. Não é à toa: a conta básica dá direito a bons recursos de análise de audiência: a procedência dos ouvintes por país, plataforma de navegação, horas de maior acesso ao programa durante o dia…

A parte negativa é que, por esse ser o carro-chefe da empresa, as métricas mais completas ficam limitadas ao plano mais caro. Mas as ferramentas mais complexas são bastante refinadas para fins de monetização, incluindo a possibilidade de comparar métricas de até 5 episódios entre si, exibir detalhes sobre os aparelhos que acessam os programas e até a delimitação da audiência por zonas metropolitanas. 

Para analisar e entender o público-alvo, direcionar publicidades e adequar as produções conforme a demanda, são ferramentas utilíssimas.

Eu posso agregar meu podcast a outros lugares? 

Assim como os principais hospedeiros de podcasts atuais, o Simplecast oferece boas opções de distribuição automatizada nas seguintes plataformas de áudio:

  • Apple Podcasts
  • Google Podcasts
  • Spotify
  • Breaker
  • Stitcher
  • Overcast
  • TuneIn
  • Pocket Casts
  • iHeartRadio
  • TuneIn
  • RadioPublic

Após a publicação do programa, o assinante do Simplecast também pode gerar um código embed, um link RSS para distribuição e a publicação em redes sociais – Facebook e Twitter.

Outra ótima novidade é o Recast. O Recast é um tipo de promoção simples e interessante: o criador pode selecionar e recortar um trechinho do podcast que será publicado para servir como “trailer” do programa para redes sociais. Isso pode ser feito na própria plataforma do Simplecast, sem baixar nenhum programa.

Planos & Preços

Assim como grande parte dos provedores de hospedagem de podcasts no mercado, Simplecast divide as ferramentas em três pacotes – são eles:

  • Basic (“Básico”) – US$15 ao mês
  • Essential (“Essencial”) – US$35 ao mês
  • Growth (“Crescimento”) – US$85 ao mês

Podemos notar que não são as menores tarifas existentes no mercado para esse tipo de serviço. A empresa oferece um desconto de 10% no preço da mensalidade no caso de o assinante preferir efetuar o pagamento anual à vista.

Outro “refresco” no preço é a possibilidade do teste grátis por uma quinzena, que já mencionamos não ser onipresente nos serviços de hospedagem.

O plano básico conta com armazenamento e carregamento de arquivos sem limites, o que já é um diferencial em relação a alguns serviços. Outro atributo que se destaca é permitir um membro de equipe adicional na conta, caso o podcast seja feito em conjunto.

Além desses três planos para produtores independentes de podcast, Simplecast também dispõe das opções:

  • Professional (“Profissional”)
  • Enterprise (“Empresa”)

A empresa não divulga preços para ambas: a empresa deverá entrar em contato para negociar condições. Os dois planos trazem soluções avançadas de análise de consumo e por localização, além de dimensionar os serviços para o ambiente corporativo.

Avaliação final

Os principais pontos positivos do Simplecast são ganhos marginais em relação a serviços competidores. O alto limite de downloads mensais, a possibilidade de comparar métricas entre episódios e de incluir de 2 a 9 membros na equipe de um programa representam alguns desses ganhos.

No entanto, para ter um serviço bom de hospedagem e promoção de conteúdo é necessário aderir ao plano mais caro. Mesmo o plano intermediário é menos barato do que muitas boas opções de hospedagem com ferramentas de análise interessantes. Por outro lado, também não é uma opção proibitiva – o plano mais completo do Transistor.fm, por exemplo, é similar em funcionalidades e sensivelmente mais caro.

O Simplecast certamente não é o serviço recomendado para produtores de conteúdo com aspirações profissionais, mas que não podem pagar grandes quantias mensais. Apesar disso, é uma boa opção, com ferramentas de análise de audiência diferenciadas.