Categories
Hospedagem de Podcast

Audioboom é bom?

o host de podcasts que quer parceiros
prós, contras, valores e mais
⭐⭐⭐⭐⭐

Introdução

Audioboom é uma plataforma de hospedagem que promete conciliar demandas de três tipos de clientes em potencial: criadores de conteúdo, ouvintes de podcasts e marcas anunciantes. A diversificação de serviços é tamanha que a empresa mantém até mesmo estúdios de gravação – e segue expandindo essas empreitadas.

Enquanto alguns sites apenas hospedam podcasts, outros facilitam a difusão deles com ferramentas de métricas e indexação. Audioboom vai um passo adiante, propondo ativamente a venda de espaço no conteúdo criado para patrocinadores. A empresa foi fundada em 2009 e é sediada em Londres, onde tem capital aberto na Bolsa. Mantém sucursais em Nova Iorque, Melbourne e Mumbai.

O site faz parcerias com grandes marcas e celebridades, assim promovendo seus serviços. Empresas respeitadas de mídia, como Associated Press, o jornal inglês Guardian, Yahoo! Sports Radio e a BBC usam das ferramentas da empresa regularmente. 

Os planos de assinatura são todos pagos. Permitem a análise de audiência e a distribuição automatizada em várias plataformas de podcasts. Conforme haja uma audiência significativa, o Audioboom expande os serviços ofertados ao cliente, incluindo patrocínios, monetização, canais múltiplos de podcasts e mais.

Para entender mais sobre esse serviço de hospedagem de podcasts especialmente interessante para negócios consolidados no ramo dos podcasts e perfis corporativos, continue a leitura.

Como criar uma conta

A conta pode ser criada logo na página inicial do Audioboom:

  • Identifique a opção “Sign Up” (Registre-se) e clique nela
  • Informe um e-mail e uma senha
  • Acesse o link de ativação que será enviado ao e-mail informado
  • Pronto! Você tem uma conta no Audioboom

Entretanto, apesar de ser possível criar a conta gratuitamente no serviço, a efetiva possibilidade de hospedar conteúdo por lá é paga. Não existe teste temporário por alguns dias ou alternativas similares. 

Mais adiante sobre planos e preços.

Publicação e funcionalidades do Audioboom

Produção ilimitada

Todos assinantes do Audioboom podem hospedar quantos episódios de podcasts desejarem. O serviço apenas impõe uma restrição à quantidade de execuções permitidas para os programas mensalmente – até 10.000 ou 25.000 audições mensais, a depender do plano escolhido.

Entretanto, essas restrições mudam de perspectiva caso o assinante seja uma marca ou produtor de conteúdo muito popular.

Parceria de sucesso

Audioboom é uma plataforma bastante voltada a marcas e a visibilidade nos meios digitais – inclusive a própria. Por isso, podcasts ou redes de podcasts com mais de 10.000 execuções por episódio têm acesso a recursos de monetização – vedados aos assinantes “comuns” do site.

Essa parceria de monetização é feita somente sob demanda (o site convida esses produtores populares a entrar em contato em sua página inicial, por meio de um formulário digital).

Os recursos oferecidos aos criadores nesse tipo de parceria são:

  • Leituras ao vivo e apoios aos apresentadores de todos os principais anunciantes de podcasts
  • Patrocínios
  • Acesso à rede de publicidade direcionada do Audioboom
  • Oportunidades de parceria de conteúdo de marcas (“branded content”)
  • Patrocínios em eventos e apresentações ao vivo
  • Serviços de monetização instantânea
  • Canais múltiplos de podcasts

A diversidade de vantagens para parceiros populares é grande. Por outro lado, usuários comuns e produtores amadores de conteúdo que pagam uma assinatura sequer podem correr o “risco” de ter o podcast monetizado com Audioboom – e podem encontrar alternativas de serviços de hospedagem menos exclusivas para essa finalidade.

Rede de podcasts

Já foi comentado que o Audioboom joga em todas as posições quando o assunto é podcast. A curadoria é uma delas. É um modelo similar ao Netflix, dadas as diferenças de tamanho de empresas e dos ramos que atuam: o Audioboom faz curadoria e promove produções de terceiros, mas também investe em produções de programas originais, da marca Audioboom.

Com maior visibilidade, maiores são as chances de um programa ganhar audiência e, potencialmente, patrocinadores. Se a rede ganha em audiência, o Audioboom (a plataforma e a marca) também ganha mais audiência – é uma via de mão dupla.

Costumava existir também um programa de descobertas e tocador de podcasts, nos moldes de outras plataformas de streaming, mas ele foi descontinuado em 2019. Assim, os ouvintes da rede de podcasts Audioboom pode acessá-los “apenas” nas várias plataformas em que os programas são veiculados. 

Eu posso agregar meu podcast a outros lugares? 

O Audioboom tem opções de indexação de podcasts similares aos principais sites de hospedagens de programas de áudio no mercado. Além de gerar um feed RSS, o assinante do serviço poderá colocar seu conteúdo no ar em:

  • iTunes
  • Apple Podcasts
  • Google Podcasts
  • Google Play Music
  • Stitcher
  • Deezer
  • Spotify
  • CastBox
  • iHeartRadio
  • TuneIn
  • RadioPublic

Além de permitir a automatização da indexação dos programas nesses vários canais de podcasts, a assinatura do serviço também faculta a possibilidade de atualizar as principais redes sociais a cada novo episódio hospedado – Facebook, Twitter, Tumblr e WordPress. Cada programa gera um código embed, para compartilhar a produção em sites.

Métricas

As métricas do Audioboom são um bom recurso para criadores assinantes. Com elas, é possível ter acesso à segmentação da audiência por localização geográfica e pelo aplicativo usado para ouvir os programas e por aparelho.

Esse tipo de informação permite entender quem é o público-alvo do programa e quais são os seus hábitos de audição. Assim, além de hospedar os programas, o site dá ferramentas para planejar estratégias para expandir a influência e divulgar o programa.

Planos e Preços

Verificamos que as ferramentas oferecidas pelo Audioboom podem servir a todo tipo de usuário, mas são muito mais interessantes para pessoas com podcasts consolidados e empresas interessadas em promover conteúdo digitalmente.

Apesar disso, o preço da assinatura do serviço é mais em conta do que muitos competidores supostamente mais voltados ao perfil do criador de conteúdo amador:

  • Plano Standard (“Padrão”) – US$9,99 ao mês
  • Plano Plus (“Mais”) – US$19,99

O pagamento de qualquer um desses planos de uma vez ao ano (à vista ao invés de parcelado a cada mês) concederá 16,5% de desconto ao assinante.

Ambos permitem ao assinante hospedar episódios sem restrição no site. A diferença é que o plano Standard dá suporte a até 10.000 audições, enquanto o plano Plus permite 25.000 audições.

Avaliação final

O Audioboom é um site de hospedagem de podcasts com muitas ferramentas. É principalmente vantajoso para produtores e marcas influentes, mas um tanto restrito para usuários amadores ou em começo de produção. Isso fica mais sensível quando o assunto é a possibilidade de monetizar o conteúdo produzido.

Outro aspecto negativo é que o preço pago por assinatura dá direito à criação e manutenção de apenas um podcast.

Por outro lado, o site traz as funcionalidades de hospedagem, indexação e de métricas a todos assinantes. Também pode selecionar programas por curadoria para integrar sua rede de podcasts – dando visibilidade a conteúdo de qualidade.

Assim, caso você não tenha um produto já muito influente, dificilmente vai querer pagar um mínimo de US$9,99 mensais para usar as ferramentas do Audioboom. Caso contrário, as possibilidades de extrair dinheiro da produção de conteúdo podem ser bastante abrangentes e vantajosas.